NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
ARTIGOS
Quinta-feira, 01 de Fevereiro de 2018, 18h:31

LEITOR

Emanuel Pinheiro contingência gastos

esse tipo de corte de gastos é reconhecidamente ineficiente, ora, se o objetivo fosse realmente diminuir despesas supérfluas para aplicação do erário na atividade fim, o nosso Alcaide mór, não daria o aumento do duodécimo para a Câmara de Cuiabá, por outro ,o inchaço da máquina com a contratação de cabos eleitorais é um fator que deve leva para o ralo grande parte da arrecadação, tiro como exemplo o Bairro Dom Aquino, onde vivo o meu dia a dia, é impressionante a quantidade de pessoas ligadas a pseudo lideranças, contratadas , para fazer sabe se lá o que, são parasitas instalados tanto no Executivo como legislativo municipal. Cortar água e café, diminuir xerox, pode até reduzir custos, mas se puder fazer uma visita na Secretaria de obras, nos postos de saúde ou na secretaria de Trabalho , (locais que observei esses fatos), com certeza perceberia que tem muita gente recebendo para ficar o dia inteiro sentada , gastado energia elétrica, combustível e tomando o cafezinho que o senhor quer regrar, agora se é uma atitude apenas "para inglês ver", copie a ideia da nossa Casa dos Horrores e crie também o "assessor externo", aquele que não precisa comparecer ao local de trabalho, assim pelo menos diminuiria o consumo do café! Mais uma vez é inevitável citar o saudoso Joãocuizaruim, que numa situação como esta certamente diria "cuidado, pois o carrapato esta ficando maior que o boi"..............será??? LEANDRO PINTO DE OLIVEIRA FILHO, marceneiro, Cuiabá/MT leandropintofilho@hotmail.com Chuvas se espalham pelo país a partir de agora Que bom para a população toda, que sofre os efeitos da exploração irracional do meio ambiente. Obviamente, sem as catástrofes e tragédias, que já castigam o cotidiano da pobreza. TADEU SILVA, historiador, Cuiabá/MT tadeujsilva@yahoo.com.br Entre a moral e a imoralidade Texto inteligente que exige debates, questionamentos e posicionamentos. Parabéns Nobre Professor Padilha! BERNARDO CABRAL DE SIQUEIRA, Educador, Cuiabá/MT Bercasi@hotmail.com.br A volta da privatização A esquerda tacanha prega mantras de que privatização é entregar patrimônio para estrangeiros, perder soberania a outras bobagens. A verdade é que o governo deve concentrar esforços para prover bem os serviços básicos: segurança, educação e saúde. Se a gestão pública não dá conta disso, qual o sentido de querer gerenciar aeroportos, telefonia, produção de energia e outros serviços? Que venham as privatizações!!! JOSÉ P. CORREIA, Cuiabá/MT Carlos Bezerra e Júlio Campos O Carlos Bezerra foi um dos poucos deputados federais que se opôs a Reforma da Previdência e não obstante estar num partido controverso, tenho que ser justo, tem sido aguerrido, suportando inclusive pressões para se corromper em nome da defesa do povo. Digo isto porque vários deputados novos, como o Fábio Garcia que aparentemente podia se opor a esta política injusta contra os trabalhadores foi o primeiro a defender a Reforma da Previdência em nome da renúncia da alíquota patronal de diversos setores. VICTOR LIMA, Cuiabá/MT *** É incrível como o povo de Mato Grosso se deixa levar por essas figuras que ajudaram nosso estado a chegar nessa atual situação deplorável..... esse Carlos "múmia" Bezerra acabou com o estado quando foi governador e estava junto com Silval "condenado" Barbosa no rombo que fizeram no estado.... temos que aposentar esse povo de modo vergonhoso...... nenhum voto para esses políticos de profissão. PAULO ALMEIDA, Cuiabá/MT Gilmar Mendes é hostilizado Sinal que as coisas estão mudando, até dias atrás esses crápulas eram elogiados, recebiam moções de aplausos e ninguém ousava a desafiá-los ou hostiliza-los. Agora estão sentido o descontentamento da população e se as coisas não melhorarem vão começar sentir a ira do povo. MARIA AUGUSTA DIAS, Cuiabá/MT *** Até parece que o sr. ministro está preocupado....só felicidade! Roberto Marques, Cuiabá/MT *** Isso aí ministro a lei e para todos inclusive para combater abusos. As decisões de vossa excelência são aplaudidas por quem entende de justiça. EDER R. SOARES, Várzea Grande/MT PSD está dividido em apoiar Taques A bem da verdade o Neurilan Fraga apoiou o Pedro Taques e assim como a maioria da população se decepcionou e como presidente da Associação dos Municípios cumpriu o seu papel de fiscalizar os repasses do Estado para o município. Verificou que os repasses estavam sendo feitos aquém do percentual estabelecido na CF e que havia indícios de uso de verba vinculada (Educação e Saúde) em outras áreas. Da mesma forma não admite que o Taques com 20 bilhões não consiga manter as finanças em dias (Silval tinha um orçamento médio de 12 bilhões somente). BRUNO OLIVEIRA, Várzea Grande/MT *** Tem uma parte do PSD, que é a parte do Riva, E não devemos esquecer que o Neurilan e seu irmão, o deputado Zé Domingos, são do Riva. Então eles querem que o Carlos Fávaro se lasque sozinho. Só olham para o propio umbigo DENIVALDO DOS SANTOS, Cuiabá/MT

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL