NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
ARTIGOS
Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018, 18h:23

GRACI OURIVES DE MIRANDA

Verdade x vergonha

Há lideranças políticas no Brasil? Evidencia-se que, alguns políticos estão extremamente preocupados em exaurir fisicamente/ mentalmente, gastando tempo dos Magistrados na causa degradante para julgar a estranha tentativa de ‘posse’ da deputada Cristiane Brasil. É cruel que, desde 2017 o poder central insiste, resiste e, pior ainda, não desiste, tudo para que a deputada exerça o cargo tão almejado: Ministra do Trabalho. Lamentável, que situação! Chegar até a Suprema Corte. É justo? Vamos respeitar todos os recursos. Contudo, é deplorável para os cidadãos com posturas exemplares: ética-moral. Os meios de comunicação demonstram as tentativas para manter à ‘posse’. Até quando? Reflitam quantos cidadãos aguardam nas filas do Sistema Único de Saúde – SUS? São repugnantes, as insistências de alguns ‘líderes’ do poder central. Políticos, tanto do poder local quanto do poder central: despertem! ‘Nobres’ eleitos pelo povo visitem urgentemente o hospital Universitário Júlio Müller - HUJM, no coração da Capital-MT. Quantas noites dos Juízes, lendo ações que jamais poderiam ser cometidas por alguém que se elegeu como representante do povo. A maioria dos cidadãos vive pela verdade: estudo, trabalho e voluntariado, sobrevivem somente de um salário, e, é óbvio. Temos profissionais gabaritados e jovens que adentram na biblioteca desde 7:30, e, não tem acesso ao auxílio moradia ou popular ‘penduricalhos’ e outros benefícios. Então, para conhecer toda a verdade lance olhares sobre o recebimento de tais benefícios ‘auxílios de gabinete’ dos políticos brasileiros. Verdade! É verificar, quanto o Estado brasileiro remunera: professor, médico e as policias? Verdade e vergonhoso é o salário das policias. Verdade! Estrutura abandonada pelos Poderes do HUJM, local de profissionais de primeiro mundo. Eles merecem respeito dos políticos. Verdade é: salvar vidas e sem ‘penduricalhos’, tentem encontrar no hospital - HUJM, um servidor que tenha auxílio moradia e outros benefícios que políticos são detentores. Somos iguais perante a lei? Qual o motivo que, somente alguns estão amparados? As lideranças devem estabelecer prioridades: caráter e moralidade são básicos para um representante do Estado brasileiro. Questionem com os ex-superintendentes e atual doutor Hildebrando Monteiro Fortes (Maninho), sobre as exigências moral-ética dos servidores do hospital-HUJM. Jamais, um dirigente do hospital conhecendo o passado nebuloso indicaria um servidor para exercer uma função que causasse vergonha Nacional ou local. O hospital-HUJM necessita urgentemente de apoio tanto dos Poderes quanto da sociedade para salvar vidas. Os cidadãos que frequentam o HUJM e servidores não ficam fins de semana em ‘alto mar’, mais sim em ambiente (espaço físico) que necessita ser melhorado, assim contribuindo para uma sociedade mais justa e igualitária. Sejam céleres políticos para refletir: vergonha x verdade. * GRACI OURIVES DE MIRANDA – professora Português/literaturas: Língua Portuguesa e inglês/literatura inglesa. Registro LP9614565/Demec/SP-SP. Especialização História Social - UFMT. Curso - USP-SP: “Prática de ensino da língua inglesa”. 02 artigos científicos - UFMT. 04 Livros publicados, sendo 1 - obra científica. go.miranda@uol.com.br

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL