NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 13 de Novembro de 2018

CIDADE
Quinta-feira, 08 de Novembro de 2018, 09h:16

SAÚDE PÚBLICA

Atual PSM será um complexo hospitalar em 2019

Unidade vai disponibilizar atendimentos materno-infantil, leitos de dia e de retaguarda

Da Redação

Com a entrega do novo Pronto-socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), o atual prédio onde funciona atualmente a principal unidade de urgência e emergência de Mato Grosso, localizada na Avenida General Valle, no Bairro Bandeirantes, deverá se transformar em um complexo hospitalar, disponibilizando atendimentos materno-infantil, leitos de dia e de retaguarda.

Para a instalação do complexo hospitalar, as obras de adequação ou adaptação já estão sendo planejadas. A garantia foi dada ontem pelo secretário adjunto em Planejamento e Operações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Milton Corrêa da Costa Neto. O assunto também foi discutido, ontem, em audiência na Câmara Municipal.

“Revolucionar a saúde pública em Cuiabá foi um dos maiores compromissos que o prefeito Emanuel Pinheiro assumiu com a população de Cuiabá ainda no período de campanha. Para ele, entregar o novo pronto-socorro, o que era um antigo anseio de quem usa a saúde pública na capital e ainda transformar o antigo em Hospital Materno Infantil, Dia e Retaguarda é uma questão de honra. Por esta razão, determinou prioridade e nós já estamos trabalhando a implantação dessas novas unidades junto à transição para o novo PS”, afirmou por meio da assessoria.

De acordo com o Milton Corrêa, a administração municipal se mobiliza para entregar as obras de melhorias na infraestrutura do atual prédio ainda no início de 2019. Já as obras do novo pronto-socorro, que está sendo construído no Bairro Ribeirão do Lipa, próximo do Centro de Eventos Pantanal, devem ser entregues em dezembro próximo. Para entrar em funcionamento, os equipamentos também já estão sendo licitados.

Conforme a assessoria da SMS, seguindo o plano de governo do prefeito Emanuel Pinheiro, o complexo hospitalar que foi compromisso de campanha funcionará na sede do atual pronto-socorro após a entrega do novo. Ainda, em 2016, ao longo do período eleitoral, Pinheiro enfatizou que além do “Materno Infantil”, implantaria também o Hospital Dia e Retaguarda.

A ideia é de que os leitos de “Retaguarda”, segundo o plano de governo do gestor, funcionem como fonte auxiliadora e também como “desafogadora” do novo pronto-socorro e o “Dia” será para pequenos procedimentos e cirurgia que não exigem internações longas. “O Retaguarda será o local que acolherá com humanização os pacientes que atualmente aguardam por cirurgias nos corredores do atual PS e o Dia será para atender os pequenos procedimentos cirúrgicos, onde a pessoa é atendida e recebe alta médica no máximo em dois dias”, explicou Corrêa.

A criação do hospital materno-infantil foi discutida em audiência pública na Câmara Municipal. A discussão foi presidida pelo vereador Marcelo Bussiki. Segundo ele, prefeitura não estabeleceu valores reais na Lei Orçamentária Anual (LOA) para a obra do “Materno Infantil”. Com isso, ele anunciou que vai destinar recursos de sua emenda impositiva para auxiliar na concretização da ideia. A LOA 2019 do município prevê R$ 2,4 bilhões em receitas e despesas a serem realizadas no próximo ano.

Já o projeto do novo pronto-socorro foi idealizado com base em modelos mais modernos de atendimento à saúde pública existentes no país. A nova unidade está sendo construída em uma área de 21 metros quadrados de extensão e contará com três grandes setores.

Serão 315 leitos, sendo 40 para unidades de terapia intensiva (UTI), um centro de diagnósticos, o que deverá evitar que os exames necessários sejam feitos em outros lugares e, ainda, um centro ambulatorial, com consultas e leitos para internação suficientes para qualquer tipo de atendimento.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL