NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 17 de Novembro de 2019
CIDADES
Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2018, 17h:59

SAÚDE

90% dos casos de chikungunya em MT estão em Várzea Grande

Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde aponta que 90,96% dos casos de chikungunya registrados em Mato Grosso estão em Várzea Grande. O Informe nº 02 divulgado nesta sexta-feira pela Vigilância Epidemiológica revela um aumento dos casos da febre chikungunya na Cidade Industrial. A cidade é classificada como alto risco da doença com incidência de 1.121 casos a cada 100 mil. Os dados revelam que até o dia 16 de fevereiro de 2018 em Várzea Grande foram registrados 3.042 casos da doença. No mesmo período do ano passado eram 2.433 houve um crescimento de 25% em comparação com ano passado. Considerando que o total de casos registrados em todo o Estado é de 3.344 pessoas infectadas pelo mosquito transmissor da doença, Várzea Grande foi responsável por 90,96% das notificações de chikungunya. Por outro lado a Vigilância detectou que em Várzea Grande, os casos de dengue diminuíram 74% no mesmo período, caindo de 2.434 notificações para 626. Mas a cidade está classificada em médio risco da doença com a incidência de 231 casos a cada 100 mil. Já os registros do zika vírus somaram 62 no município, enquanto no ano passado eram 2.404. Já em Cuiabá, no ano passado no mesmo período foram notificados 3.542 casos de dengue e agora 164 casos, o que significa uma redução de 95%. Os casos de chikungunya na Capital chegam a 179 contra 835 verificados no ano passado. As notificações de zika vírus somam 21 em Cuiabá, enquanto no mesmo período do ano passado eram 803. De acordo com a Vigilância, até o dia 16 de fevereiro não foi confirmado nenhum óbito por dengue, zika e chikungunya. Em todo o Estado foram registrados neste ano 1.332 casos de dengue, enquanto no mesmo período do ano passado eram 12.019. Os casos de zika vírus são de 114, no mesmo período do ano passado eram 3.685. Já a chikungunya neste ano foram 3.344, enquanto no mesmo período eram 3.760. Mesmo com a redução de notificações, o Estado permanece com a classificação de médio risco da doença, com incidência de 101 casos a cada 100 mil. Ações – Em Várzea Grande, a cidade mais crítica nos registros de chikungunya, estão sendo realizadas ações para enfrentamento ao Combate as doenças tropicais (dengue, zika vírus e febre chikungunya). A prefeitura Municipal de Várzea Grande desencadeou a Operação “Todos Unidos: Várzea Grande contra a Dengue”, em 02 de fevereiro no Parque do Lago, com a finalidade de mobilizar mais de 40 bairros e vistoriar 58 mil imóveis, além da aplicação do fumacê que ocorrerá em parceria com Governo do Estado em 100% da cidade. Em Cuiabá as ações estão sendo desencadeadas também, uma das medidas é a utilização de drone para localizar focos do mosquito Aedes aegypti. (AA)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL