NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
CIDADES
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018, 18h:58

BARRA DO GARÇAS

Chuvas interditam MT-100 no Ribeirão Claro

Estrada é o principal acesso de Barra do Garças ao terminal da Ferrovia Senador Vicente Vuolo, da Rumo ALL, em Alto Araguaia

EDUARDO GOMES
Da Reportagem
Intensas chuvas na região da divisa de Mato Grosso com Goiás destruíram o aterro sobre os tubulões na travessia do Ribeirão Claro, na rodovia MT-100, que é o principal acesso de Barra do Garças ao terminal da Ferrovia Senador Vicente Vuolo, da Rumo ALL, em Alto Araguaia. O trem é o afunilamento de um modal rodoferroviário que escoa parte da produção agrícola mato-grossense para o porto de Santos. O prefeito do município, Gustavo de Melo (PSB) acionou a Defesa Civil e viajou ontem para Cuiabá, em busca de solução para o problema junto a Secretaria de Infraestrutura e Logística do governo. O ponto interditado é a passagem do Ribeirão Claro, num trecho pavimentado mais ainda sem sinalização na MT-100. Não há números oficiais, mas é intensa a movimentação de veículos, principalmente de carretas que transportam soja de alguns municípios do Vale do Araguaia para o terminal ferroviário e que em sentido inverso carregam insumos para lavouras. A interdição começou na quarta-feira, 21, quando os tubulões para a passagem do ribeirão não suportaram o volume das águas, que transbordaram após intensas chuvas na região. Alguns tubos foram arrastados e o aterro desmoronou. Esse material substituía uma ponte de madeira com 36 metros de extensão, que desabou no ano passado, não suportando o peso de uma carreta. O desabamento da ponte chegou a interromper a MT-100, que está em pavimentação em vários trechos, mas a empresa que executa a obra na rodovia providenciou de imediato a colocação dos tubulões e os cobriu com um aterro. Em 8 de janeiro uma forte chuva abriu uma cratera no local. Para garantir a passagem dos veículos, a Secretaria de Obras e Infraestrutura da prefeitura de Alto Araguaia reconstruiu a passagem, e, novamente, ela voltou a ser destruída pelas águas. Ontem, choveu muito na região e o Ribeirão Claro continuava transbordando, segundo Gustavo de Melo. O prefeito de Alto Araguaia quer a construção de uma ponte em concreto sobre o Ribeirão Claro, para evitar problemas futuros. Segundo ele a MT-100 é utilizada por linhas do transporte escolar de estudantes da zona rural e o desvio aumenta o tempo da viagem dos alunos, além de encarecer o custo do transporte escolar. O problema não isola as cidades de Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho e Torixoréu situadas entre Alto Araguaia e Barra do Garças, e que dependem da MT-100. Motoristas podem utilizar um desvio pela MT-462, sem pavimentação, com acesso no Km 30 da BR-364, no município de Alto Garças. (O Km Zero é a margem esquerda do rio Araguaia, na divisa de Mato Grosso com Goiás). A rota alternativa aumenta em 65 quilômetros (40 quilômetros em rodovia sem pavimentação) o trajeto entre Araguainha e o terminal da Rumo ALL, que tem 100 quilômetros.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL