NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 17 de Junho de 2019
CIDADES
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2019, 17h:50

PONTO TURÍSTICO

Parada, obra de aquário deve entrar em licitação neste mês

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
Fechado para visitação há dois anos, o Aquário Municipal “Justino Malheiros”, localizado no Bairro Porto, em Cuiabá, segue com as obras de reforma e ampliação paradas. O principal motivo apontado para a interrupção dos trabalhos é quanto ao tipo de vidro a ser instalado nos 47 recipientes onde devem ficar expostas as diferentes espécies de peixes da Amazônia, do Pantanal e Araguaia-Tocantins. “Tínhamos essa preocupação com os vidros referente a questões como espessura e a sua própria composição de forma que possam aguentar a pressão da água e não venham a estufar e quebrar. Não poderíamos desconsiderar os sinais de estufamento dos vidros, uma vez que poderia ocorrer um acidente, inclusive, resultando na perda do plantel”, explicou o secretário municipal de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa durante uma visita feita ao aquário na última quinta-feira (10). Agora, a perspectiva é de que a licitação para escolha de uma empresa especializada em aquários que possa se responsabilizar pelas questões de vidros e, consequentemente, por uma estrutura adequada para que o local ofereça qualidade e segurança seja feita ainda neste mês. Levando-se em consideração o processo burocrático, fabricação dos vidros, enchimento dos tanques, definição e captura das espécies, instalação de piso e climatização, a expectativa é que o espaço turístico seja entregue até julho deste ano. “A maioria dos animais que virão são selvagens. Vão passar por um período de adaptação e tratamento após a colocação e estabilização da água com padrão de oxigenação e com qualidade”, comentou o biólogo, ecólogo e ictiólogo Francisco de Arruda Machado, que tem contribuído com a administração municipal na seleção ou definição sobre o povoamento das espécies nos recintos que compõem o aquário. Pela concepção do projeto, o passeio pelo Aquário Municipal passará a ser interligado ao Museu do Rio Hid Alfred Scaff, que fica ao lado. Stopa explica que a intenção é que a entrada seja feita pelo museu, onde haverá exposição de produtos artesanatos e cerâmicas, por exemplo. Após, o visitante passará por um túnel adentrando no aquário, mas inicialmente em um espaço destinado a venda de souvenirs, como chaveiros e banners. O dinheiro será revertido para a manutenção do aquário. Orçado inicialmente em R$ 4,5 milhões, o local chegou a ser inaugurado em 2000, mas logo depois foi fechado para reforma. A previsão inicial era a de que o espaço fosse entregue na Copa do Mundo de 2014. Em seguida, o prazo se estendeu para o aniversário de Cuiabá de 2017, mas a obra permanece parada. Após, havia a intenção fosse entregue até o aniversário de 300 anos de Cuiabá, no dia 08 de abril deste ano, junto com centenas de outras obras. Porém, a previsão agora é até julho próximo. O Aquário Municipal abrigava mais de 20 espécies de peixes das bacias hidrográficas do Pantanal, Amazonas e do Araguaia. Entre as espécimes que chamavam a atenção do público visitante, estavam pintado, cachara, pacu, piranha, piraputanga, jaú, além de tartarugas e arraias. Com a ampliação, o espaço que funcionará seis dias por semana permitirá aumentar a quantidade de animais nos recipientes. “Só no Pantanal são mais de 300 espécies e no Araguaia mais de 800”, observou Francisco de Arruda ao falar sobre a escolha do plantel. No local, também funcionará um laboratório para tratamento, monitoramento e controle da água. A inauguração do aquário irá influenciar na autorização do tipo de eventos a serem realizados nas proximidades do local. Isso porque sons muitos altos podem provocar a trepidação ou vibração do ambiente.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL