NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2020
CIDADES
Quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2020, 08h:48

CHUVAS

Quatro municípios têm situação de emergência decretada

Quatro cidades tiveram o decreto de situação de emergência homologado, pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, por conta dos estragos causados pelas intensas chuvas registradas nos últimos meses. A medida é válida por 180 dias ininterruptos, contados a partir da caracterização do desastre, sendo vedada a prorrogação do referido prazo.
Os municípios mato-grossenses atendidos são Nova Bandeirantes, Barra do Bugres, Tapurah e Cáceres. Os decretos prevendo as respectivas condições de emergência de cada localidade foi publicado, ontem (12), no Diário Oficial do Estado (DOE). Na prática, o decreto permitirá mais facilidade para acessar recursos da União.
No caso de Nova Bandeirantes, o governo levou em consideração o decreto municipal n° 021, de 15 de janeiro de 2020, do prefeito que declarou a condição de emergência nas áreas afetadas por precipitações intensas no referido município. As chuvas também levaram o prefeito de Tapurah a emitir decreto de nº 301/2019, também reconhecido pelo Estado. Já em Barra do Bugres, foi o decreto municipal n° 096, de 27 de novembro de 2019, do prefeito do município diante dos estragos provocados nas pontes sobre os rios “Sepotuba” e “Juba”. Em Cáceres, a gestão municipal declarou situação de emergência em áreas afetadas por um vendaval que atingiu o municipal.
Com a homologação, os municípios obtêm verba para reconstrução das obras ou construções destruídas. Mas, para receber auxílio da Defesa Civil Nacional, estados e municípios precisam obter o reconhecimento federal de situação de emergência ou calamidade pública. O reconhecimento federal permite o acesso das cidades afetadas por desastres naturais.
CAMPO NOVO DOS PARECEIS – Na tarde da última terça-feira (11) houve uma forte chuva na cidade de Campo Novo do Parecis (404 quilômetros de Cuiabá), situação que mobilizou o Corpo de Bombeiros Militar (CBM). De forma preventiva, os bombeiros foram para o Bairro Jardim das Palmeiras onde ocorreram alagamentos em ruas e cruzamentos.
No bairro, os bombeiros se depararam com um veículo tentando atravessar a água acumulada pela enxurrada que invadiu a pista, fazendo com que o veículo parasse de funcionar. “O condutor e uma senhora que estava dentro do carro demonstraram preocupação e os bombeiros empurraram o carro do casal para um lugar seguro. O nível estava quase alcançando a porta do veículo, mas o casal foi levado para fora da área alagada”, informou o CBM por meio da assessoria de imprensa.
Por lá, a Rua Sucupira estava alagada e houve um deslizamento de terra. No local, havia uma pequena erosão, com riscos de chegar à calçada mais próxima. O local foi devidamente sinalizado pelos bombeiros. O Núcleo de Bombeiro Militar em Campo Novo pretende continuar o monitoramento dos bairros mais vulneráveis a alagamento. Não se registrou nenhum alagamento em residência, havendo pequenos danos materiais e sem nenhum caso de ferimento de pessoas.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL