NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
CIDADES
Sexta-feira, 02 de Fevereiro de 2018, 18h:32

TRANSPORTE COLETIVO

Usuários aprovam estação da Alencastro

Com um mês de uso, ao mesmo tempo em que elogiam a estação climatizada os usuários cobram melhorias no sistema de transporte coletivo

JOANICE DE DEUS
Da Reportagem
Inaugurada há 30 dias, a primeira estação climatizada de Cuiabá tem a aprovação de boa parte dos usuários do transporte coletivo que desembarcam e embarcam diariamente ou frequentemente no local. Porém, há uma unanimidade quanto a necessidade de melhoria em todo o sistema, como a ampliação da frota, de novos ônibus, reforma dos abrigos já existentes e instalação de novas coberturas pelos bairros da capital. “Até agora (a estação) vem funcionando bem. Comparado ao que era antes é bem melhor. Protege a gente da chuva. O problema são os ônibus superlotados e os pontos nos bairros que estão bastante precários”, disse a auxiliar de serviços gerais, Luzinete Lourenço de Souza, 46 anos, que mora no Pedra 90 e desembarcou ontem no terminal. O vendedor João Paulo da Cruz Oliveira, 20 anos, também diz que não tem do que reclamar da nova estação. “Ficou agradável e mais confortável para nós passageiros. Têm painéis que avisam os horários dos ônibus e, ao contrário do que imaginava, não há tumultos”, avaliou. “O problema é a superlotação e os ônibus são desconfortáveis. Também acho que estão priorizando muito o Centro e deixando os pontos dos bairros muito a desejar. Precisam melhorar isso”, acrescentou o jovem, que mora no Residencial do Coxipó. De opinião semelhante tem a estudante Laura Fernandes, de 17 anos. “O ponto ficou bom. Agora, a gente tem que cuidar e a prefeitura fiscalizar para não deixar que danifiquem”, comentou. Ela também reforça a necessidade de melhorar os ônibus e os pontos localizados fora da região central. “Os ônibus não cumprem os horários e sem lotados”, completou. Longe do Centro, os terminais do CPA I e III, região do Grande Morada da Serra, são dois dos locais que os usuários cobram reforma. Nesses locais, alguns dos problemas relatados são falta de segurança e de limpeza, além da precariedade e mau cheiro nos banheiros. Em cada uma dessas duas estações, passam aproximadamente 100 mil pessoas diariamente. A assessoria de imprensa da Semob informou que assim que for concluído o mapeamento sobre as condições dos pontos localizados na região central da cidade, as paradas vão ser reformadas e receber novas coberturas. Já os terminais do CPA I e III serão reestruturados e passarão a funcionar no estilo da Estação Alencastro, que é climatizada. O levantamento começou há uma semana com intuito de levantar as condições dos pontos, o número de pessoas que param nos pontos e para elaborar um modelo mais adequado, que proporcione mais conforto ao usuário do transporte coletivo. Ao todo, mais de 20 agentes de trânsito estão empenhados na execução do trabalho. A meta é revitalizar 600 abrigos até o fim de 2018. Localizada na Avenida Getúlio Vargas, a Estação Alencastro foi inaugurada no dia 03 de janeiro passado. O espaço tem capacidade para receber até cinco mil passageiros por dia e conta com 150 placas solares, o que o transformou no primeiro ponto de ônibus climatizado da capital. O investimento foi de pouco mais de R$ 1 milhão. Na cidade, está prevista ainda a construção de pelo menos outros oito pontos climatizados, sendo um deles na Praça Ipiranga, Maria Taquara, Praça Bispo, entre outros.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL