NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 13 de Outubro de 2019
ECONOMIA
Terça-feira, 30 de Abril de 2019, 01h:50

EM MAIO

Conab promove novos leilões com milho mato-grossense

MARIANNA PERES
Da Reportagem

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) publicou duas novas chamadas para leilões de estoques de milho produzidos e armazenados em Mato Grosso. Os detalhes das operações constam nos Avisos de Venda Pública nº 065 e nº 064, disponíveis no site da Companhia. São mais de 50 mil toneladas do cereal, sendo a maior parte do grão proveniente da safra 2016/17, havendo ainda lotes referentes ao ciclo 2012/13. O leilão será na próxima quinta-feira, dia 2 de maio, a partir das 9h, horário de Brasília. O edital prevê a venda do produto sem limite de aquisição por produtor, valendo a melhor oferta.

Estas operações com o milho mato-grossense, que tiveram início no dia 5 de abril, visam atender uma solicitação que veio do mercado consumidor local, que passa por um período de entressafra do produto. A solicitação dos leilões partiu, principalmente, das associações de criadores de suínos, aves e bovinos.

Até o momento, foram realizadas oito operações de venda, que ofertaram 144,3 mil toneladas do produto. Deste montante, o total comercializado foi de 30,5 mil t até o momento. “Esta quantidade adquirida pelo mercado já começa a fazer com que o preço do milho baixe na região, por isso a procura pelos leilões é menor”, analisa Thomé Guth, gerente de produtos agropecuários da Conab. “O objetivo dessas operações é exatamente intervir para regular o mercado, o que vem ocorrendo”.

Conforme os dois últimos avisos de vendas, Sorriso (460 quilômetros ao norte de Cuiabá/MT) – maior produtor nacional do grão, tem mais de 3 mil toneladas para serem adquiridas, apresentando o maior volume entre todos os município participantes. Além de Sorriso, há estoques disponíveis em Primavera do Leste, Rondonópolis, Sapezal, Ipiranga do Norte, Nova Ubiratã e Tapurah.

A venda dos estoques públicos de milho foi autorizada por meio da Resolução Nº 1, publicada mês passado no Diário Oficial da União (DOU). Por meio do normativo, a Conab ficou autorizada a vender até 300 mil t do cereal.

Para participarem do leilão, os interessados precisam ter seus dados inscritos no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican) e estarem regularmente cadastrados na Bolsa por meio da qual pretendam realizar a operação. Os outros requisitos estão descritos nos próprios editais relativos à venda.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL