NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 13 de Outubro de 2019
ECONOMIA
Terça-feira, 30 de Abril de 2019, 01h:50

AGRONEGÓCIO

Setor de máquinas pede R$ 2,5 bi ao governo, que libera R$ 500 milhões

MARCELO TOLEDO
Da Folhapress - Ribeirão Preto

A Agrishow (Feira International de Tecnologia Agrícola em Ação) foi aberta nesta segunda-feira (29) com pedidos de créditos de entidades ligadas ao setor de máquinas e implementos agrícolas.

Com o fim do dinheiro de programas como o Moderfrota, o setor pedia R$ 2,5 bilhões em créditos adicionais para investimentos até junho, mas obteve a liberação de R$ 500 milhões do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O anúncio foi feito pela ministra Tereza Cristina (Agricultura), após ruralistas terem pedido mais verba para o setor.

Presidente da Agrishow, Francisco Matturro foi um dos que defenderam um "olhar com carinho" para o setor.

"Pedimos atenção ao governo em relação ao crédito para que o agricultor possa comprar suas máquinas e equipamentos aqui expostos. Metade das nossas máquinas tem mais de dez anos e precisam ser renovadas. Recursos do Moderfrota acabaram, precisamos de R$ 2,5 bilhões até junho, quando termina o atual Plano Safra", afirmou João Carlos Marchesan, presidente da Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), uma das realizadoras da Agrishow.

Em sua fala, a ministra disse que foram feitos cálculos para buscar atender parte dos pedidos do setor.

"Depois de muitos cálculos, conseguimos R$ 500 milhões para máquinas para o Moderfrota." Ela disse reconhecer que o valor "é pouco", mas foi o possível.

A fala da ministra mostra uma posição antagônica em relação ao que ela própria afirmou no último sábado (27), quando esteve na abertura da Expozebu.

Ela afirmou que o fim do dinheiro era uma boa notícia, pois mostrava que o setor estava investindo. "Tanto investiu que o dinheiro acabou antes do que se previa", disse na ocasião.

Além da titular da Agricultura, estiveram na Agrishow, em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), o presidente Bolsonaro e os ministros Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

Bolsonaro anunciou a liberação de mais R$ 1 bilhão para seguro rural e disse que o Banco do Brasil disponibilizará valor equivalente para a aquisição de máquinas -assim como outros bancos fazem na Agrishow.

A feira agrícola será realizada até a próxima sexta-feira (3) em Ribeirão e projeta alcançar R$ 3 bilhões em intenções de negócios -recorde nas 26 edições da feira agrícola-, acima dos R$ 2,7 bilhões da edição do ano passado.

Há 800 marcas expostas, que devem ser vistas por mais de 150 mil visitantes. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL