NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019
Eleições 2002
Sexta-feira, 02 de Agosto de 2002, 15h:05

PESQUISAS

Ciro Gomes passa Lula pela primeira vez

Pesquisa divulgada hoje pelo instituto Toledo&Associados, em parceria com a revista "IstoÉ", mostra pela primeira vez na corrida à Presidência um empate técnico entre o petista Luiz Inácio Lula da Silva e Ciro Gomes (PPS). Ciro Gomes, segundo o instituto, tem 34,3% das intenções de voto, seguido por Lula, com 33,6%, José Serra (PSDB), com 13,8%, e Anthony Garotinho (PSB), com 9%. A margem de erro da pesquisa é de 1,8%, para cima ou para baixo. Apesar do empate técnico na primeira posição, esta é a primeira vez na campanha que uma pesquisa registra Ciro Gomes numericamente à frente de Lula. Em relação ao levantamento anterior, realizado em junho, Ciro pulou 22 pontos percentuais, quando obteve 12,1% contra 40,5% de Lula. A Toledo&Associados ouviu 3.108 pessoas, entre os dias 25 e 27 de julho. A pesquisa também aponta uma vitória de Ciro contra o petista. O candidato da Frente Trabalhista venceria Lula por 52,8% a 39,2%, caso a eleição fosse realizada hoje. Números conflitantes A pesquisa Toledo&Associados mostra um resultado diferente do apresentado em levantamento do Datafolha realizado em período semelhante -final de julho. Na ocasião, o Datafolha (em levantamento feito no dia 30) apontou Lula em primeiro lugar na corrida presidencial, com 33%, e Ciro, em segundo, com 28%. O Ibope realizou pesquisa entre os dias 21 e 23 de julho e trouxe números próximos aos do Datafolha: Lula em primeiro, com 33%, e Ciro em segundo, com 26%.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL