NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2019

Enipec 2002
Quinta-feira, 14 de Março de 2002, 15h:01

Apicultores querem se unir em federação

Mato Grosso vai formar nos próximos meses uma federação de apicultores. A resolução é um dos principais frutos do Enipec que no setor da apicultura reúne cerca de 40 pessoas. Hoje, segundo o fiscal agropecuário da Delegacia da Agricultura em Mato Grosso, Altair de Oliveira Cunha, a falta de união e organização dos apicultores é um dos principais entraves para crescimento do setor. No Estado existem cerca de 450 produtores de mel. "No entanto, nas prateleiras dos supermercados só vemos mel importado de outros Estados", comenta o fiscal. Somente duas indústrias mato-grossenses possuem o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF): a tribo suyá-missu (que através da Associação Terra Indígena Xingu, Atix, e Instituto Sócio-Ambiental, ISA, exporta mel para a Alemanha) e a indústria Caiabi, que também vende para o mercado internacional. "A montagem de uma casa (indústria) de mel é cara. Mas os produtores podem se unir em cooperativas, para minimizar os custos", atesta a bióloga paranaense Leni Purin Schause. Também como fruto do Enipec, participantes de outros Estados, que já exportam, iniciaram discussões para formação do Consórcio de Empresas Apícolas Exportadoras. "Também será uma forma de minimizar custos", atestam os produtores.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL