NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2019

Enipec 2002
Quinta-feira, 14 de Março de 2002, 12h:48

Certificação da Bolívia aumentará balança comercial brasileira

Pecuaristas da Bolívia, que antes só podiam abater o gado no próprio País, terão pelo menos cinco frigoríficos de Mato Grosso – localizados na região oeste do Estado – como opção para industrialização, a partir do ano que vem, quando o País deve ser certificado livre da febre aftosa, com vacinação, pela Organização Internacional de Epizootiases (OIE). O resultado da sorologia realizada no distrito de Chiquitania, na Bolívia, será remitido à OIE em agosto, e a certificação é aguardada para maio de 2003. Um dos estabelecimentos da fronteira de Mato Grosso – o Frigorífico Quatro Marcos – industrializa carne e comercializa com a comunidade européia e com os Estados Unidos. Os quatro frigoríficos restantes já exportam para países do Oriente Médio. “Este vai ser um fator importante para a balança comercial brasileira”, acredita o coordenador do Fundo Estadual de Febre Aftosa (Fefa) de Mato Grosso, Antônio Carlos. O grande avanço, no entanto, deve acontecer mesmo para os produtores da região oeste do Estado, que terão os riscos de contaminação por aftosa ainda mais minimizados. “Com a certificação, até problemas de falta de segurança devem ser reduzidos, já que a pecuária vai se consolidar como uma atividade efetiva do País”, diz o coordenador.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL