NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
ILUSTRADO
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018, 19h:07

TURISMO

Beleza, charme e diversão em Sergipe

Aracaju reúne a boa estrutura da cidade grande com praias lindas e opções de lazer

LEANDRO VIEIRA
Da Folhapress – São Paulo
A cidade de Aracaju, no Nordeste brasileiro, é pura diversão. A capital do Estado de Sergipe oferece opções variadas de passeio e estrutura para receber e animar os visitantes, com mercados, hotéis, restaurantes e locais com atividades artísticas e culturais. Como uma boa cidade litorânea, seu charme começa na beira do mar. Seus 35 km de praias dão aos turistas as mais variadas sensações. "Havia vegetação em todos os lugares do litoral onde estive, o que é bastante curioso. No litoral paulista isso não é comum, e é uma pena. A presença da natureza faz com que as caminhadas tenham um visual mais bonito", afirma a contadora paulistana Rosângela Menezes, 45 anos, que já visitou Aracaju duas vezes e afirma que pretende voltar. Ela ainda conta que, além de agradar aos olhos, os coqueiros que enfeitam as praias têm uma função prática. "O calor lá não é fácil de encarar. A sombra dessas árvores pode fazer diferença em um passeio", explica ela. A roteirista Amanda Reginato, 31 anos, tem parentes em Aracaju e visita o lugar constantemente. Ela destaca Coroa do Meio como um dos bons passeios da cidade. "Quando a maré fica baixa, a praia ganha piscinas naturais bem bacanas para nadar." Amanda também recomenda caminhar pela orla de Aracaju. "Na praia de Atalaia, um passeio despretensioso pode render uma visita aos quiosques que vendem pastéis com recheios bem generosos." Além da culinária local, a beira-mar da capital sergipana dá ao visitante um entardecer que já ficou famoso. A praia do Mosqueiro, por exemplo, ganhou uma parte chamada Orla do Pôr do Sol. MERCADO MUNICIPAL - Assim como as principais cidades brasileiras, Aracaju também possui um mercado municipal. Localizado no centro, tem como principal atividades a venda de variados tipos de fruta. Mas também é possível encontrar belos produtos de arte, cachaças artesanais e livros de cordel. "O artesanato de lá é divino, as estatuetas de barro são lindas, isso sem contar o gosto especial das frutas. E o preço de lá é mais justo do que o do Mercado Municipal de São Paulo", conta a roteirista Amanda Reginato, 31 anos. Outra construção que chama a atenção dos turistas é o Museu da Gente Sergipana, também no centro. Por fora, exibe a beleza de um prédio inaugurado na década de 1920. Por dentro, utiliza a tecnologia para mostrar, em exposições ou em apresentações específicas, a cultura do Estado. INTERIOR - Quem assistiu à novela "Tieta", exibida pela Globo entre 1989 e 1990, deve se lembrar do nome Mangue Seco, citado constantemente na trama. Pois o lugar existe de verdade e é um dos pontos turísticos do Estado, além da capital. Região que pega um pedaço de Sergipe e uma parte da Bahia, a 120 km da capital, tem dunas de areia que oferecem um visual completamente diferente do que se encontra nas grandes cidades e permitem passeios de buggy. As águas são limpas e, em alguns trechos, não há ondas. "É uma parte do litoral que lembra bastante uma cidade do interior. Visitei a região em um fim de semana fora de temporada e é um sossego ótimo", conta o administrador Vitor Barreira, 49 anos. Ele foi a Sergipe em 2015 e se programou para ficar em Mangue Seco por apenas dois dias, mas gostou tanto que estendeu a visita por uma semana. "O lugar é bonito demais e não tem a confusão que é comum em outras cidades litorâneas. Além disso, os pratos feitos com frutos do mar pescados na região são maravilhosos." Já ao norte do Estado, na divisa com Alagoas, está a cidade de Canindé de São Francisco, a 190 km de Aracaju. Lá se encontra o Cânion do Xingó, formação rochosa no meio do rio São Francisco. Um barco passeia por entre os seus espaços. A embarcação para em alguns pontos para quem quiser nadar. "Eu me senti fazendo parte da natureza. É um passeio cercado apenas por aquilo que Deus fez. O homem só aparece pelas esculturas de são Francisco que ficam expostas em altares pelo caminho", diz a auxiliar administrativa Cristina Vieira, 38 anos. A 76 km de Aracaju, a cidade de Estância guarda a praia do Saco. Também com passeios de buggy nas dunas, tem águas com temperatura amena o ano todo, tanto na praia quanto em seus seis rios.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL