NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
ILUSTRADO
Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2018, 17h:59

TEATRO

MT Escola abre as portas para alunos da terceira turma

O secretário de Estado de Cultura esteve presente na aula inaugural prestigiando os alunos e professores do curso que agora faz parte da Unemat

O secretário de Estado de Cultura esteve presente na aula inaugural prestigiando os alunos e professores do curso que agora faz parte da Unemat Especial para o DC Ilustrado No sábado (3.2), a MT Escola de Teatro, sediada no Cine Teatro, teve a aula inaugural do semestre, onde a terceira turma do curso foi recepcionada pelo secretário de Estado de Cultura, Kleber Lima, além do diretor do Cena Onze, Flávio Ferreira; do coordenador da escola, Rodolfo Adaap e do professor convidado Juan Peralta. A Escola vai para o terceiro semestre, fazendo história nesse nicho, que é a atuação, direção, sonoplastia, cenografia, iluminação e cenário, entre outros elementos que envolvem o universo do teatro e que os mato-grossenses estão tendo a oportunidade de conhecer e estudar, ainda mais. Na abertura de sua fala, Kleber Lima parabenizou todos os alunos e professores, em nome da secretaria de Cultura e do governo do Estado, pelo trabalho realizado e afirmou que ele, assim como o governador Pedro Taques, estão muito felizes com a inclusão do curso na grade da Universidade de Mato Grosso. “Gostaria de desejar a vocês sucesso e um ótimo aprendizado e dizer que queremos e vamos ampliar e qualificar o diálogo da secretaria com a classe artística e vamos olhar mais para quem está aqui – diz mostrando o palco –, pois se eu não tiver muita gente aqui, produzindo arte e cultura para oferecer à sociedade, eu não vou ter essas cadeiras preenchidas”, termina o secretário, apontado agora para a plateia. Os primeiros alunos do projeto da SEC deverão se formar no próximo semestre, já que o curso tem dois anos de duração e, agora, eles receberão ainda o diploma pela Unemat, com o título de tecnólogos em artes cênicas. O diretor do Cena Onze, responsável pela gestão do Cine Teatro, Flávio Ferreira, afirma que essa parceria com a Unemat representa avanço. “Ao final de dois anos, além do diploma de tecnólogos, com mais um ano de licenciatura poderão lecionar, assim como se candidatar para um mestrado. Isso é muito importante para a comunidade e para o mercado de trabalho, que é fomentado, assim como o lazer e a cultura, que também ganham mais qualidade”, diz o diretor. O coordenador do curso, professor e ator Rodolfo Adaap, salienta que a Escola tem função multiplicadora. “As pessoas estão se qualificando e também criando uma sinergia, se encontrando, discutindo, propondo coisas. Tudo isso vai fazer com que o movimento teatral e os artistas tenham mais visibilidade, a população reconheça mais esse trabalho e, inevitavelmente, a política pública será afetada por isso”. Ele conta ainda que nesse semestre o tema abordado para as aulas são “corpos desviantes”, ou, basicamente, as minorias e como elas são tratadas. “São corpos desrespeitados, como o surdo que muitas vezes não conseguem ver um programa de televisão pela falta de legendas; o negro, o gordo, o índio, a mulher, os gays, as transexuais e minorias em geral. Como vive um corpo que não é respeitado? O teatro também tem uma função politica, de esclarecimento, de formação de cidadania, ou seja, é um lugar para experimentar”, diz. secretário Kleber fez questão da visita para se aproximar da classe, assim como tem feito desde sua chegada a pasta na Cultura, recebendo artistas de todas as áreas e ouvindo as demandas da cultura em Mato Grosso. “Nosso desafio hoje é transformar a secretaria na casa dos artistas, pois sem os artistas e produtores culturais, ou seja, quem faz arte e cultura, nós não temos o que oferecer para a sociedade, em quantidade, qualidade e diversidade. O nosso esforço nesse momento é realmente abrir a casa para vocês e estabelecer uma coisa simples chamada diálogo, nessa ponte de mão dupla que é falar e escutar, para compreender e ter a sensibilidade de interpretar tudo isso e construir políticas públicas adequadas a realidade da sociedade mato-grossense”, afirmou Kleber.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL