Diario de Cuiabá

Sexta-feira, 02 de Agosto de 2002, 16h:01

Crianças de 10 a 15 anos vão votar este ano

Cuiabá e Várzea Grande, as duas maiores cidades de Mato Grosso, vão experimentar este ano um projeto piloto da Justiça Eleitoral de todo o país, realizando uma eleição paralela com crianças estudantes entre 10 a 15 anos, no mesmo dia das eleições oficiais, em seis de outubro. Pelo projeto, batizado “Eleitor do Futuro”, as crianças votar em dois locais próprios, em urnas eletrônicas, e nos candidatos oficiais que estão concorrendo desde a presidente da República a deputado estadual. A diferença da eleição oficial é que não será exigido título de eleitor e os votos não serão computados. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso recebeu ontem o apoio da Brasil Telecom para a divulgação da campanha, que foi lançada oficialmente no início do mês, com a presença de representantes do TSE. Pelo acordo assinado ontem entre, a empresa vai comercializar 100 mil cartões telefônicos ilustrados com a logomarca do "Projeto Eleitor do Futuro". Os cartões também conterão informações sobre a eleição paralela, inseridas no verso. O objetivo é divulgar o projeto, idealizado pelo corregedor geral do TSE, ministro Sálvio de Figueiredo, e executado pelo TRE, por iniciativa do desembargador Licínio Carpinelli Stefani, vice-presidente e corregedor da Corte. Segundo José Sampaio de Medeiros, Diretor de Relações Internacionais da empresa, os cartões serão distribuídos em todo o Brasil e fora do país. Os TRE’s de Minas Gerais e Tocantins também já manifestaram interesse de realizar eleição paralela com a mesma finalidade, conforme revelou Licínio Carpinelli.

Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: dev.diariodecuiaba.com.br