Diario de Cuiabá

Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2018, 17h:42

Feriado com treze vítimas fatais

Até o meio dia de ontem, o feriado de carnaval contabilizava 13 vítimas fatais em acidentes registrados nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso. Do total, nove mortes ocorreram nas estradas estaduais (MTs). Nas BRs, balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontava para uma redução de 15% no número de acidentes, sendo quatro óbitos. Nas estaduais, um dos acidentes foi registrado na segunda-feira (12), na MT-423, entre os municípios de Sinop e Cláudia (500 a 620 quilômetros, ao norte de Cuiabá, respectivamente). Um Gol seguia de Cláudia sentido Sinop, quando em uma curva o motorista perdeu o controle da direção e invadiu a pista contrária, batendo de frente com uma picape, que trafegava em sentido oposto. No Gol, estavam quatro pessoas, sendo elas, o motorista Reginaldo Machado, a namorada dele, Camila Marques, a irmã gêmea dela, Karina Marques, e o filho de 7 meses. Com o impacto da batida, os dois veículos saíram da pista. O casal que estava na parte da frente do veículo morreu na hora. A irmã que estava no banco traseiro e o filho dela, foram socorridos e encaminhados ao Hospital Regional de Sinop, mas não resistiram aos ferimentos. O motorista da picape sofreu apenas ferimentos leves. A PRF avaliou como positiva a operação “Carnaval 2018” no Estado. A avaliação, conforme o órgão federal de segurança pública, decorre do número estável de mortos e redução de 15% do número de acidentes graves, em razão do período chuvoso e grande fluxo de veículos de carga (escoamento da safra). A PRF reforçou que o carnaval é um dos períodos mais críticos do calendário nacional de operações, pois conta com grande fluxo de veículos nas rodovias federais e a combinação de álcool e direção é uma das principais preocupações do órgão. Por isso, desde a última sexta (09), quando iniciou a operação, as fiscalizações foram intensificadas nas rodovias federais de todo o estado, com restrição de tráfego para veículos de carga, especialmente, em pontos estratégicos com maior incidência de acidentes. No Estado, foram registrados 65 acidentes de trânsito, dos quais sete graves (15% a menos que no ano anterior e quatro mortes). “Não houve acidentes de grandes proporções”, afiançou. No ano passado, foram 52 acidentes, sendo oito graves, que resultaram em três mortes.

Fonte: Diario de Cuiabá

Visite o website: dev.diariodecuiaba.com.br