NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019
MUNDO
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017, 19h:48

Donald Trump promete novo sistema de mísseis

GABRIEL BUENO DA COSTA
Da Agência Estado - São Paulo
Em um comunicado divulgado no site oficial da Casa Branca, o governo do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou que o seu país vai submeter ao Congresso um programa de Defesa de mísseis para a proteção de ataques de países como "Irã e Coreia do Norte". "Nosso exército precisa de cada recurso disponível para defender a América", diz o comunicado. "Não podemos permitir que outros países ultrapassem nossa capacidade militar", completa. O republicano ainda prometeu apresentar um orçamento definindo um plano para a "reconstrução do exército" e, no comunicado, afirma que vai reformar o departamento dedicado aos veteranos norte-americanos. "Nossas reformas vão começar com a demissão de funcionários corruptos e incompetentes do departamento, que prejudicaram nossos veteranos", diz. "Vamos modernizar a burocracia e empoderar médicos e enfermeiros para garantir que nossos veteranos recebam o melhor tratamento disponível a tempo". (Matheus Maderal - matheus.maderal@estadao.com) RENEGOCIAÇÃO Com a posse ontem do presidente Donald Trump, o site da Casa Branca foi atualizado, contendo agora vários dos projetos da nova administração. Em relação aos acordos comerciais, o novo governo do republicano promete de início a retirada da Parceria Transpacífico, um acordo de livre-comércio que envolve vários países dessa região, e também a renegociação do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), duas promessas de campanha de Trump. O Nafta envolve os EUA, o Canadá e o México. O texto oficial diz que os americanos se veem há tempos forçados a aceitar acordos comerciais que atendem aos interesses da elite de Washington, em detrimento dos trabalhadores do país, o que levou ao fechamento de fábricas em áreas industriais. Diante disso, Trump pretende que os acordos comerciais "possam ser usados para nossa economia crescer, retornar milhões de vagas para as terras da América e revitalizar nossas comunidades que sofrem". Outra promessa é combater "aquelas nações que violam acordos comerciais e prejudicam trabalhadores americanos no processo". CRIMINALIDADE O site da Casa Branca, agora controlado pelo presidente Donald Trump e por sua equipe, destacou que a nova administração tem no apoio à comunidade de segurança um dos seis temas mais importantes para a nova presidência dos Estados Unidos. Em um post publicado após a posse de Trump ontem, o governo se compromete a acabar com o que descreve como "uma atmosfera antipolícia perigosa" e apoiar a polícia "na missão dela de proteger o povo". Em seu discurso de posse, Trump também prometeu acabar com "o crime e as gangues e as drogas que roubaram tantas vidas". "Esta carnificina americana acaba aqui e acaba agora", afirmou ele. Ontem à tarde em Washington, pelo menos 95 pessoas foram detidas como suspeitos em meio a protestos violentos contra a posse do empresário republicano. Houve janelas quebradas, lixeiras viradas e outros atos de vandalismo, em meio às cerimônias do dia da posse de Trump. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL