NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
MUNDO
Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2015, 21h:31

PESQUISA

Obama termina ano com queda de aprovação

Entre os democratas, 67% declararam ter observado mudanças positivas e 63% dos republicanos responderam que o país piorou na gestão do democrata

LEANDRA FELIPE
Da Agência Brasil/EBC – Atlanta (EUA)
Cerca de 75% dos norte-americanos estão descontentes com o governo de Barack Obama. Foi o que mostrou uma pesquisa divulgada na terça-feira pela CNN/ORC. Além disso, 69% dos entrevistados afirmaram que reprovam os rumos da política no país, liderado há quase sete anos pelos democratas, sob a gestão de Obama. Considerando apenas os norte-americanos que se declaram republicanos, a desaprovação é ainda maior: mais de 90% dos conservadores se declaram descontentes e 82% declaram reprovar o governo Obama. Ao analisarem a administração do país desde 2008, cerca de 37% dos entrevistados disseram que Obama trouxe mudanças positivas para o país, conforme prometido em 2008, mas a mesma quantidade de entrevistados disse que o país piorou nos últimos anos e 21% afirmou que nada mudou, nem para melhor e nem para pior. Entre os democratas, 67% declararam ter observado mudanças positivas e 63% dos republicanos responderam que o país piorou na gestão do democrata. A opinião sobre o presidente Obama é polarizada. Dos entrevistados 48% disseram ter uma visão pessoal favorável e 50%, desfavorável. Apesar da desaprovação nas áreas de política e segurança, os norte-americanos permanecem um pouco mais otimistas com relação à economia, com 52% de aprovação para as ações da Casa Branca. A pesquisa da CNN foi feita por telefone entre os dias 17 e 21 de dezembro de maneira aleatória e ouviu 1.018 pessoas. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais e para menos. Mas no país as pesquisas também apresentam dados divergentes. O Instituto Gallup divulgou ontem (28) sua pesquisa anual sobre personalidades mais influentes e o presidente Barack Obama apareceu, pelo oitavo ano consecutivo, no topo da lista dos mais admirados no país. ATIVISTA O Departamento de Estado americano pediu a libertação do ativista dissidente cubano Vladimir Morera Bacallao, de 45 anos. Ele está internado em consequência de uma greve de fome que já dura mais de 80 dias, de acordo com a France Presse. "Pedimos ao governo de Cuba a libertação de Vladimir Bacallao, preso por dissidência pacífica e em greve de fome", pediu no Twitter a subsecretária de Estado americana para o Hemisfério Ocidental, Roberta Jacobson. Pouco antes, o porta-voz da diplomacia dos EUA Mark Toner havia pedido a libertação de Morera Bacallao, manifestando a "preocupação" do governo americano com a deterioração de seu estado de saúde.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL