Imagem

Sexta-Feira, 02 de Janeiro de 2015, 20h:37

Tamanho do texto A - A+

Ano começa com mais violência

A violência não dá trégua na Grande Cuiabá. No primeiro dia do ano, a Polícia Civil registrou dois assassinatos - sendo um em Várzea Grande e outro na Capital. As duas vítimas foram executadas a golpes de faca e teriam e os crimes teriam ocorrido pela mesma motivação – acerto de contas. Em comum, eram ex-presidiários. Nos dois casos, policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) não identificaram os suspeitos. No bairro Pedra 90, Isael Martins Cruz, de 25 anos, foi assassinado com quatro golpes de faca e seu corpo foi encontrado num terreno baldio próximo ao bairro Nova Esperança. Ao lado do corpo, policiais militares apreenderam um alvará de soltura. Ele tinha ganhado indulto de Natal e deveria se apresentar na Cadeia Pública do Carumbé, já nos próximos dias. O corpo foi localizado nesta quinta-feira por pessoas que caminhavam pelo local. Técnicos em necropsia confirmaram que o corpo apresentava rigidez cadavérica, indicando que ele tenha sido assassinado durante a madrugada. Até o final da manhã desta sexta-feira, familiares não tinham procurado o IML para fazer a identificação e providenciar o sepultamento. O outro assassinato neste princípio de ano ocorreu no bairro da Manga, em Várzea Grande, onde o jovem Renan Moraes de Souza, de 29 anos, foi morto com cinco facadas nas costas e uma no tórax após uma discussão, numa rua localizada nos fundos da concessionária Toyota, na Avenida da Feb. O homicídio ocorreu por volta das 4 horas. Os gritos foram ouvidos por populares que acionaram policiais militares. Conforme policiais militares que atenderam a ocorrência, o crime seria um acerto de contas envolvendo entorpecentes. Ele saiu de uma unidade prisional há cerca de um mês – o crime pelo qual era acusado não foi informado pelos policiais. (AR)

Ultimas Notícias

Enquetes

O que você acha sobre os ataques terroristas na França?
Horrível
Assustador
Nada
Legal

Mais Lidas

Mais Comentadas