Imagem

Sexta-Feira, 02 de Janeiro de 2015, 20h:37

Tamanho do texto A - A+

Assassinatos mobilizam a Polícia Civil

O jovem Elinton Silva Santana, de 23 anos, foi assassinado a golpes de faca durante um desentendimento por causa de um som cujo volume estava acima do normal. Ao fazer a reclamação, o proprietário do som não gostou de ser advertido. Em seguida, pegou uma faca e partiu para cima da vítima, que foi perfurada no tórax. O homicídio ocorreu anteontem a tarde, no Jardim Primavera, na cidade de Sinop (a 500 quilômetros ao norte da Capital). Um carro do Samu esteve no local fazendo os primeiros atendimentos e o socorreu até o Hospital Regional, onde ele morreu após passar pelo setor de emergência. Policiais militares que atenderam a ocorrência fizeram buscas pelas proximidades, mas não localizaram o suspeito. O assassinato está sendo investigado pela Delegacia Municipal de Sinop. No entendimento dos policiais, trata-se de um homicídio causado por motivos fúteis. Lembraram que é uma motivação mais comum do que se imagina. Em Nova Mutum (a 250 quilômetros da Capital), o jovem Rafael da Silva, de 29 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça após discutir com um homem em frente a sua residência. O homicídio ocorreu anteontem, por volta da 1 hora da madrugada, no bairro Novo Horizonte. Segundo policiais militares que atenderam a ocorrência, a vítima estava em frente da residência conversando com a esposa e, em dado momento, surgiram dois ocupantes de uma motocicleta - o que estava na garupa desceu atirando. Em seguida, fugiram em alta velocidade. O jovem morreu no local. No entendimento dos policiais, trata-se de um acerto de contas. O caso está sendo investigado pela Delegacia Municipal de Nova Mutum, onde a esposa será chamada para fornecer mais detalhes sobre o que ocorreu.

Ultimas Notícias

Enquetes

O que você acha sobre os ataques terroristas na França?
Horrível
Assustador
Nada
Legal

Mais Lidas

Mais Comentadas