NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Domingo, 17 de Novembro de 2019
POLÍCIA
Segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2018, 19h:06

CARNAVAL

Blitz da Lei Seca ganha reforço de 22 etilômetros

ALINE ALMEIDA
Da Reportagem
O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) apresentou ontem a campanha educativa para o Carnaval 2018. Com o tema “Escolha o Carnaval que você Quer na Avenida”, a campanha ganha reforço com 22 etilômetros doados pelo Detran. Os equipamentos serão utilizados pelas forças de segurança do que irão atuar durante o carnaval em blitz da Lei Seca nos principais municípios de Mato Grosso. O objetivo segundo o presidente do Detran, Thiago França, é ampliar as ações de fiscalização e preservar vidas. França reforça que importante conscientizar os condutores sobre não fazer a associação do uso de bebidas e volante. “Teremos equipes de educação do trânsito que estarão realizando blitz em pontos da cidade, orientado a população e principalmente os condutores a uma postura diferenciada no trânsito, levando a uma reflexão da combinação perigosa de álcool e volante”, A ideia é realizar duas frentes de trabalho com equipes atuando em pontos estratégicos. Blitz serão realizadas em vários pontos da cidade. E a segunda frente de trabalho será na fiscalização preventiva por meio da Lei Seca. “Com essa campanha, queremos preservar o maior número de vida, não queremos impedir que as pessoas se divirtam nessa festa tão importante do nosso país. O que buscamos é que todos realizem com prudência, responsabilidade e acima de tudo equilíbrio”, diz França. Quatrocentos e trinta e dois motoristas foram presos em flagrante dirigindo embriagados em Mato Grosso. As prisões aconteceram durante a operação Lei Seca no período de 2014 a 2016. O dado é do 1º Anuário Estatístico de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) lançado na semana passada. De 2014 a 2016, foram recolhidas 1.279 carteiras de habilitação e apreendidos 422 veículos. Durante os três anos analisados, motoristas de 4.009 veículos foram abordados e 3.201 notificações foram geradas na ação preventiva, sendo que 1.478 foram de embriaguez. No mês de dezembro foi sancionada a Lei 13.546/2017 que aumenta a pena para o motorista que estiver embriagado e ou sob efeito de outras substâncias psicoativas e provoquem acidentes com morte. Com a nova lei, os motoristas que estiverem embriagados e envolverem em acidentes causando a morte de outras pessoas terá a pena estipulada em cinco a oito ano de reclusão e suspensão ou proibição de dirigir. Anteriormente, estava sujeito apenas a detenção de dois a quatro anos. Em caso de lesão corporal, quando o condutor alcoolizado ou sob influência de substâncias que alterem sua capacidade psicomotora causar, com o veículo, lesão corporal grave ou gravíssima, a pena será de reclusão de dois a cinco anos.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL