NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
POLÍCIA
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2019, 16h:58

HOMICÍDIO

DHPP prende autor da morte de usuária de droga

Um dos autores do assassinato de uma mulher, ocorrido em 1º de junho de 2015, foi preso pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O crime foi motivado por acerto de conta ligado ao tráfico de drogas. O suspeito, Alex Borges Gonçalves de Lima, 30 anos, é apontado como autor do assassinato de Izolina Canto Lornadele, que era usuária de droga. O crime foi praticado na companhia de Tiago Mendes da Cruz, 34, que está foragido. No final de novembro passado ambos tinham sido presos por mandado de prisão temporária (30 dias), mas acabaram sendo liberados antes da apreciação do pedido de conversão da prisão temporária para preventiva, apresentado na conclusão do inquérito da Polícia Civil, ocorrido em dezembro de 2018, pela delegada Jannira Laranjeira. A prisão preventiva contra Alex Borges foi cumprida na segunda-feira (28), na Central de Flagrantes de Cuiabá, após ser conduzido pela Polícia Militar, pelo crime de lesão corporal e ameaça no âmbito violência doméstica, praticado contra a companheira. A família da vítima tinha acionado a delegada informando o paradeiro do suspeito, que solicitou apoio da PM. Na ocasião do crime, a vítima Izolina Canto teve o corpo encontrado em um terreno baldio, na linha 3, há 50 metros da estrada do Aricá, no Bairro Pedra 90, com cerca de 13 lesões ocasionada por uma faca em diversas parte do corpo: tórax, perna direita, pescoço e mão direita. A Polícia Civil e a Politec constataram, à época, que a vítima havia sido arrastada para a lateral direita da estrada e, posteriormente, jogada por cima do muro do lado esquerdo da estrada, caindo no terreno baldio. Desde o crime, a Polícia Civil já tinha informações que vítima era usuária de droga e que sua família chegou a interná-la em uma clínica de tratamento. No dia do crime, a mulher teria fugido da casa de recuperação. Em seguida passou na casa de seus pais, no Pedra 90, pediu dinheiro. Como não conseguiu tentou comprar drogas da irmã de Alex Borges, que se negou a vender fiado. Posteriormente, logo após Alex Borges encontrar com Izolina Canto em frente à casa dela, na rua 07 do bairro, local onde ela estava com Tiago Mendes e outro rapaz, o suspeito, com a promessa de lhe dar drogas, a levou para um local ermo, onde golpeou com diversas facadas. Depois, com ajuda de Tiago, arrastou o corpo da vítima e o arremessou no interior de um terreno murado. Tiago da Cruz confessou que chegou ao local para saber o que Alex teria feito com a vítima, pois enquanto estavam na Rua 07 ele teria dito que ia até a casa dele buscar uma faca. Cruz disse que insistiu para que a vítima fosse embora, mas ela permaneceu no local. Segundo ele, sua participação no crime se deu somente no momento em que arrastaram o corpo de Izolina Canto e a arremessaram de outro lado do muro do terreno baldio. Cruz também contou que Alex se irritou quando a vítima começou a gritar na rua indicando que na casa de sua irmã era boca de fumo, em razão dela ter negado vender a droga fiado.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL