NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 18 de Junho de 2019
POLÍCIA
Quarta-feira, 05 de Junho de 2019, 02h:00

BARRA DO GARÇAS

Fiscais apreendem meia tonelada de pescado

Meia tonelada de pescado foi apreendida em operação realizada por fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), em parceria com a polícia Militar em Barra do Garças (516 quilômetros, ao Leste de Cuiabá). Dois comerciantes foram autuados pelo transporte com guia irregular de 224 quilos de pirarucu, que foram doados às obras sociais de Novo Santo Antônio.

Durante a operação também foram resgatadas e liberadas 18 tartarugas e apreendidos 14 conjuntos de canoas e motores de popa. Divulgadas ontem (04), as apreensões ocorreram entre 24 e 30 de maio nos municípios de Novo Santo Antônio e Ribeirão Cascalheira, as margens do rio Araguaia e do Rio das Mortes. Uma pessoa foi autuada por captura ilegal de tartaruga teve seu barco e motor apreendido.

Moacir Couto Filho, diretor da Unidade Desconcentrada de Barra do Garças, destacou a importância da operação. “Ações como essa que aconteceu no vale do Araguaia na extensão dos rios das Mortes e do rio Araguaia e que visam reprimir a pesca predatória são de extrema importância para coibir esse tipo de crime ambiental”.

Um dos coordenadores da operação, Leandro Nogueira, do Ibama, afirmou que apesar do êxito da ação, o resultado é preocupante. “Os principais registros são o descontrole na entrada e saída de turistas, as construções irregulares de ranchos nas APPs de pessoas de fora dos municípios e o funcionamento de pousadas ilegais. Todos estes são fatores que não geram empregos ou que promovam incremento na economia local, restando aos municípios apenas lixo e redução do estoque pesqueiro”, alertou.

Ao final da ação foi totalizado a apreensão de 14 conjuntos de canoas e motores de popa, 510 quilos de peixes, 87 conjuntos de varas de pesca, 126 anzóis, um freezer, sete caixas térmicas, uma caminhonete e o resgate de 18 tartarugas. Os fiscais flagraram um total de 50 pessoas entre pescadores, comerciantes e piloteiros em atividade ilegal de pesca ou caça. Segundo assessoria da Sema, as caravanas de pescadores de fora do estado representaram a maioria das autuações. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL