NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019
POLÍCIA
Sexta-feira, 09 de Fevereiro de 2018, 17h:29

CARNAVAL

Governo reforça policiamento nos principais pontos da festa

Pelo menos 2.500 homens serão empregados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) garantir a tranquilidade durante o carnaval, em Mato Grosso. Em Cuiabá, a Orla do Porto e a Praça da Mandioca são dois locais serão atendidos com expressivo efetivo das forças de segurança pública. A operação foi lançada ontem e contará com o efetivo da Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros, a Politec, o Detran e a Polícia Militar, que também contará com equipes da Rotam e do Bope. De acordo com o secretário da Sesp, Gustavo Garcia, 41 pontos nos 141 municípios do Estado terão a segurança reforçada. “Em todos os municípios reforçamos o policiamento porque nosso objetivo não é garantir só os festejos, mas a segurança de todos”, disse. A operação teve início ontem (09) e segue até às 12 horas da Quarta-feira de Cinzas (14). O policiamento também contará com as aeronaves do Ciopaer, drones e a cavalaria da Polícia Militar, além do suporte de 500 viaturas. O Centro de Comando e Controle Móvel também realizará o videomonitoramento dos locais com maior aglomeração de pessoas e as equipes dos canis das forças de segurança serão integrados ao trabalho. “Enxugamos no Comando Geral em torno de 160 policiais, que também serão empregados no período carnavalesco. Nosso objetivo é realmente levar a sensação de segurança a toda população e nós estamos preparados”, garantiu o comandante geral da Polícia Militar (PM), coronel Marcos Vieira da Cunha. Nesta semana, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) que a campanha educativa para o Carnaval, que tem como tema “Escolha o Carnaval que você Quer na Avenida”, terá o reforço com 22 etilômetros. Os equipamentos serão utilizados pelas forças de s egurança do que irão atuar em blitz da "Lei Seca" nos principais municípios de Mato Grosso. O objetivo é ampliar as ações de fiscalização e preservar vidas. A ideia é realizar duas frentes de trabalho com equipes atuando em pontos estratégicos. Uma delas será por meio de blitz em vários pontos da cidade, e a segunda frente de trabalho, será na fiscalização preventiva por meio da "Lei Seca".

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL