NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
POLÍCIA
Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2018, 17h:39

APÓS 15 ANOS

Juiz determina prisão domiciliar de João Arcanjo

O juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues da 2ª Vara Criminal de Cuiabá determinou ontem as condições para João Arcanjo Ribeiro cumprir a pena no regime semiaberto. Segundo o magistrado, o regime será cumprido mediante prisão domiciliar, cuja fiscalização será efetuada por meio do Programa de Monitoramento Eletrônico. Uma das condições para serem cumpridas pelo ex-bicheiro é recolher-se em sua residência diariamente, no período compreendido entre 20 horas e 6 horas do dia seguinte. João Arcanjo tem sete dias para sair para procurar emprego ou cursos voltados para qualificação profissional. “Não comprovando o trabalho no prazo de 07 dias, deverá recolher-se na Casa de Albergado de Cuiabá-MT, que se situa atrás do Centro de Ressocialização de Cuiabá-MT (CRC), adentrando às 20h até as 06h da manha do dia seguinte”, confirma decisão. Além do passaporte suspenso, o ex-bicheiro fica proibido de, após o horário de recolhimento, ausentar-se do local em que está sendo monitorado, somente comunicando ao juízo. Até para frequantar cultos fora do horário determinado, Arcanjo terá que comunicar à Justiça. “Não poderá se ausentar das Comarcas de Cuiabá e Várzea Grande, devendo permanecer nos locais e horários previamente autorizados por este Juízo”, destaca medida. O magistrado pontuou ainda que Arcanjo não pode frequentar lugares inapropriados, como casa de prostituição, casa de jogos, bocas de fumo e locais similares. Além de não portar armas, nem brancas. E ainda não ingerir bebida alcoólica ou fazer uso de qualquer espécie de substância entorpecente e não se envolver em qualquer tipo de infração penal (crime ou contravenção); entre outras medidas. O magistrado autorizou Arcanjo a permanecer de sexta-feira à domingo na Fazenda São João, BR 163, km 14 Cuiabá/Jangada, Município de Várzea Grande/MT. (AA)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL