NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
POLÍCIA
Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2018, 18h:42

DROGA

PM expulsa ex-sargento por tráfico

O Comando Geral da Polícia Militar (PM) demitiu do seu quadro de servidores o 3º ex-sargento Wander Carlos de Souza, preso em flagrante em novembro de 2014, no bairro Osmar Cabral, em Cuiabá, pelo crime de tráfico internacional de armas de fogo. A portaria prevendo a exclusão do ex-policial é assinada pelo comandante geral da PM, coronel Marcos Vieira da Cunha. À época de sua prisão, policiais militares da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) encontraram Wander de Souza com uma grande quantidade de armas sem registro foi encontrada no veículo do acusado, preso após uma denúncia de que uma pessoa em um Vectra estaria transportando vários armamentos do Paraguai. Ao encontrarem o veículo em frente a uma casa na Rua 5, a guarnição foi até a residência e abordou o suspeito que se apresentou como policial. Uma revista acabou sendo feita em seu carro onde foram encontradas duas pistolas calibre 635, uma pistola PT640, dois revólveres calibres 38, além de várias munições. Os materiais encontrados estavam todos embalados na caixa e sem o registro, levantando a suspeita de que foram trazidos do Paraguai. O sargento recebeu voz de prisão e foi encaminhado com seu carro até o batalhão da Rotam, onde uma busca mais detalhada houve busca sendo achadas munições de calibre 12. Diante dos fatos, o sargento lotado na 4ª Cia da PM foi conduzido até o plantão metropolitano da capital e entregue na Polícia Civil, que assumiu o caso. No documento, o Comando da PM determina à exclusão de Wander Souza da folha de pagamento da instituição militar.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL