NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
POLÍCIA
Terça-feira, 18 de Junho de 2019, 06h:26

JUÍNA

Suspeito de tentar matar esposa e enteada é preso

Um suspeito de tentativa de feminicídio contra a esposa e a enteada teve o mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça, após representação da Polícia Civil de Juína (735 quilômetros, ao Noroeste de Cuiabá). Com a decisão, Lenilson Alves da Cunha, 40 anos, foi preso pela Polícia Militar, na tarde de domingo (14), quando retornou a casa das vítimas.
Conforme a Polícia Civil (PC), Cunha tentou matar mãe e filha, respectivamente de 45 e 15 anos, com golpes de faca e efetuou disparos de arma de fogo dentro da residência das vítimas. O crime ocorreu na noite de sábado (15), na residência dos envolvidos, no Setor Industrial em Juína. Na ocasião, o suspeito estava ingerindo bebida alcoólica e após uma discussão com a esposa pegou uma faca e tentou desferir golpes contra a sua enteada e companheira.
As vítimas se trancaram no quarto, momento em que o suspeito começou a municiar uma arma de fogo calibre 12, enquanto proferia ofensas contra mãe e filha. Temendo a ação do suspeito, as vítimas pularam a janela do quarto e enquanto fugiam ouviram três disparos de arma de fogo. Após ser acionada, a equipe da Polícia Militar esteve na residência, porém não conseguiu localizar o suspeito, que foragiu logo após o crime.
No local, foi verificando que os três disparos foram efetuados contra a televisão que ficava na parede, outro no aquário e o terceiro contra um cadeado. A prisão do suspeito foi realizada na tarde de domingo (14), quando ele retornou a residência das vítimas. Com ele, os policiais apreenderam uma espingarda artesanal municiada e uma faca com lâmina de aproximadamente 20 centímetros.
O suspeito foi conduzido a Delegacia, onde após ser interrogado pelo delegado Marco Bortolotto Remuzzi, foi lavrado o flagrante por posse ilegal de arma de fogo, além de responder em inquérito policial por crime de tentativa de feminicídio praticado contra mãe e filha.
Diante da violência empregada contra as vítimas, o delegado representou pela prisão preventiva do acusado, a qual foi prontamente deferida pela Justiça. O agressor possui passagem anterior por homicídio, será encaminhado a audiência de custódia e posteriormente ao Centro de Detenção Provisória, a disposição da Justiça.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL