NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019
POLÍTICA
Sexta-feira, 31 de Maio de 2019, 02h:00

FINANÇAS PÚBLICA

MT intensifica combate a evasão fiscal

O Secretário de Fazenda (Sefaz), Rogério Gallo afirmou que Mato Grosso vai combater de todas as formas os crimes de evasão fiscal que causam prejuízos de centenas de milhões de reais ao erário todo ano e que muitos graúdos ainda vão aparecer. Esses são alguns dos motivos porque Cuiabá sedia a 15ª edição do Encontro Nacional de Inteligência Fiscal, cujo público alvo são os profissionais da área, secretários municipais de finanças e estaduais de Fazenda.

O procurador de carreira argumentou que as duas maiores operações em curso hoje na justiça mato-grossense são frutos de trabalhos de inteligência fiscal, com auxílio da Delegacia Fazendária: a Nota Fria e a Crédito Podre, realizadas exatamente para apurar a sonegação do ICMS incidente sobre operações de venda de soja para outros estados da federação.

“Isso foi desmantelado, descobrimos e ainda estamos no meio dessa investigação, muita gente graúda vai aparecer em razão do trabalho de inteligência fiscal, cruzando dados e não ficando apenas com os laranjas, que não têm qualquer patrimônio, indo atrás dos reais beneficiários, os chamados sócios ocultos, que se beneficiam das fraudes fiscais. Esse encontro discute estes casos e outros ocorridos no país, para que tenhamos cada vez mais uma fiscalização forte”.

Outro exemplo é a divulgação, no início de maio, de que foram identificados nada menos que R$ 3,6 milhões sonegados em operações interestaduais de bebidas alcoólicas.

Ele vê esses encontros como fundamentais - o evento acontece todos os anos - para manter Mato Grosso e todos os outros estados aptos e preparados a combater essa espécie de desvio, seguindo a tendência nacional anticorrupção nas esferas de poder. Seria essa a melhor maneira de compartilhar experiências e manterem-se atualizados quanto às novas táticas utilizadas pelo crime organizado no cometimento desses roubos.

“Assim como o crime se organiza cada vez mais e se utiliza de novas tecnologias, nós também, do Estado brasileiro, estamos preparados para combatê-las. Este evento é momento de reflexão anual em que técnicos discutem estratégias que deram certo pra compartilhar com os demais”, disse.

A participação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) é primordial nesses trabalhos, admite o secretário Alexandre Bustamante. “A Polícia Civil, a Polícia Militar, as áreas técnicas da Sefaz utilizam o cruzamento de dados, os nossos, os da Fazenda e todos os disponíveis, que precisam ser compartilhados entre todos os entes para tentar evitar as fraudes”.

Mauro Mendes fez coro com seus comandados e disse que o objetivo é melhorar os sistemas de fiscalização e controle para combater fraudes e evasões. “O secretário de Fazenda está investindo muito. Temos um núcleo de inteligência fiscal e esta será uma das grandes prioridades de nossa gestão nos próximos meses e anos. Para que possamos melhorar a eficiência do nosso sistema de arrecadação e fazer com que as pessoas paguem corretamente e, com isso, quem sabe, um dia diminuir a tributação a partir do momento em que mais pessoas possam pagar. É o grande objetivo”, disse o governador. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
Em sua opinião, qual deve ser a prioridade do futuro governador de MT?
Reduzir o número de Secretarias de Estado
Concluir as obras do VLT
Pagar dívidas com fornecedores
Saúde, Educação e Segurança Pública
PARCIAL