NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019
Primeira Página
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018, 19h:40

CPI DO PALETÓ

Alan Zanatta será ouvido hoje na Câmara Municipal

O ex-secretário de Estado Allan Zantta será ouvido na manhã de hoje (21) pelos vereadores integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB). O peemedebista é suspeito de receber propina do Governo do Estado na época em que Silval Barbosa respondia como governador, e ele exercia o mandato de deputado estadual. Zanatta foi convocado pela Comissão em decorrência de uma conversa que teve com Silvio Cesar Correa, ex-chefe de gabinete de Silval, a qual foi gravada por ele mesmo. Na conversa, gravada por Alan e entregue a Emanuel, o ex-secretário e o ex-assessor comentam sobre a gravação feita por Sílvio em que deputados e ex-deputados, incluindo Emanuel, aparecem recebendo maços de dinheiro no Palácio Paiaguás, supostamente a título de propina para apoiar a gestão de Silval. O áudio foi apreendido na residência de Pinheiro em setembro do ano passado durante a Operação Malebolge, 12ª fase da Operação Ararath, que teve o prefeito como um dos alvos. Já na sexta-feira (22) quem presta depoimento na CPI é o ex-governador Silval Barbosa. O depoimento do ex-gestor é o mais esperado. Na semana passada, a Comissão ouvir Silvio Cesar Corrêa, que reafirmou que o dinheiro repassado ao então deputado e agora prefeito de Cuiabá era referente a uma propina paga aos parlamentares para não fiscalizarem a execução de obras de pavimentação de rodovias estaduais por meio do programa Mato Grosso Integrado. Além disso, o depoente afirmou que Pinheiro retornou outras vezes para receber o restante do dinheiro que colocou no paletó quando foi gravado. O vereador Diego Guimarães (PP) encaminhou um requerimento ao presidente da CPI, vereador Marcelo Bussiki (PSB), em que pede o compartilhamento do depoimento do ex-chefe de gabinete com o Ministério Público Federal (MPF). O parlamentar explica no pedido que é necessário o compartilhamento da ata da sessão realizada no último dia 16, bem como o envio de uma cópia integral em meio digital do arquivo de áudio e vídeo do depoimento. Guimarães explica que deve fazer isso em todos os depoimentos se for necessário, para que o MPF possa acompanhar a veracidade e também acrescentar os novos fatos que são trazidos pelos depoentes. (KA)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL