NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Primeira Página
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2018, 18h:56

ELEIÇÃO 2018

Fávaro, Sachetti e Geller querem Senado

Com saída de Blairo Maggi aumenta o número de interessados em disputar vaga ao Senado

KAMILA ARRUDA E PABLO RODRIGO
Da Reportagem
Vinte quatro horas após o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Blairo Maggi (PP), oficializar a sua decisão de não disputar as eleições de 2018, se iniciou uma corrida de lançamento de candidaturas ao Senado Federal. Os dois primeiros a colocarem o nome a disposição foram o deputado federal Adilton Sachetti (sem partido) e Neri Geller (PP), que é o atual secretário de Políticas Agrícolas do MAPA. Ontem (27) foi a vez do vice-governador Carlos Fávaro (PSD) anunciar sua pré-candidatura ao Senado. O social democrata afirma que a partir de agora irá trabalhar no sentido de viabilizar o seu nome para a disputa que ocorre no mês de outubro. “Eu me sinto preparado para ser pré-candidato ao Senado. Quero construir essa candidatura e conto com o apoio de vocês nessa caminhada”, disse o vice-governador. O anúncio foi feito pelo próprio Fávaro em sua página no Facebook. Na publicação, ele explica que a sua postura se deve ao recuo de Maggi, que anunciou na última segunda-feira (26) que não irá disputar a reeleição, e nem participar de qualquer disputa eleitoral em Mato Grosso neste ano. “Quando assumimos o PSD em 2015, o ministro Blairo Maggi foi uma das lideranças que nos deu apoio para construirmos um novo partido. Apoio este que sempre foi recíproco. Estávamos caminhando juntos com o ministro para a reeleição dele a Senador. Com o anúncio desta segunda-feira, o PSD definiu que pode ocupar esse espaço”, pontuou. Antes de anunciar oficialmente a sua pré-candidatura, Fávaro se reuniu com os integrantes da bancada do PSD na Assembleia Legislativa. Participaram do encontro os deputados estaduais Gilmar Fabris, Pedro Satélite, Wagner Ramos, Zé Domingos Fraga, Leonardo Albuquerque e Ondanir Bortolini, o Nininho. A reunião ocorreu no gabinete da vice-governadoria no Palácio Paiaguás. “A bancada é totalmente favorável a pré-candidatura do Fávaro. Acredito que isso é muito positivo para o partido”, pontuou Wagner Ramos. DEM - Os Democratas também de olho na chapa majoritária definiu a filiação do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes na legenda agora em março. A definição ocorreu após um jantar, na casa do ex-prefeito na noite de segunda-feira, com a presença do ex-senador Jayme Campos (DEM), o deputado federal Fábio Garcia (DEM) e o presidente do DEM em Mato Grosso, deputado Dilmar Dal’Bosco. De acordo com Dal’Bosco, o DEM deve se tornar uma força eleitoral nos próximos dias com a filiação de mais deputados, prefeitos e vereadores. “Batemos o martelo para a filiação do Mauro Mendes que virá junto com os deputados Eduardo Botelho (PSB), Adriano Silva (PSB). O deputado Mauro Savi (PSB) também deve vir para o partido. Então o DEM será uma força eleitoral que sem dúvidas nenhuma terá espaço em uma chapa majoritária para qualquer uma das quatro vagas [governador, vice-governador e 2 senadores]”, disse. O presidente do DEM não descarta ainda a legenda pleitear duas vagas na chapa majoritária. “O PSDB quer duas vagas, então porque não podemos querer também?”, questionou. “Mas isso só vamos discutir nas convenções. Agora estamos preocupados em fortalecer o partido, filiar prefeitos, vereadores e mais lideranças. Mas tanto o Jayme como o Mauro podem ocupar qualquer vaga em uma chapa”, completou. Jayme Campos e Mauro Mendes estão tecnicamente empatados nas últimas pesquisas para o senado. Nos bastidores, Mauro Mendes estaria articulando a possibilidade de disputar o governo do Estado, já que acredita que o governador Pedro Taques (PSDB) está com forte desgaste político por conta de sua gestão, e principalmente com os servidores públicos e o setor produtivo. Atualmente o DEM faz parte da base de apoio do governo Taques. Porém, as principais lideranças afirmam que o apoio não impede da sigla buscar novas alianças para o pleito de outubro.

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL