NA HORA
O jornal de Mato Grosso Facebook twitter youtube

Cuiabá MT, Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Primeira Página
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2018, 18h:57

ARAPONGAGEM

Juiz autoriza Taques ser ouvido como testemunha

O juiz Murilo Mesquita, da Segunda Vara Criminal de Cuiabá, autorizou que o governador Pedro Taques (PSDB), o ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques e o delegado da Polícia Civil Flavio Stringuetta sejam arrolados como testemunha do Cabo Gerson Correa, preso por conta do “Escândalo dos Grampos” em Mato Grosso. As datas sugeridas pelo juiz para que o governador e o promotor sejam ouvidas foram entre as datas 02, 09, 12 ou 16 de março, sempre às 08:30, para o interrogatório. " [...] oficie-se ao Governador do Estado José Pedro Taques, arrolados como testemunhas para que, caso queiram, indiquem local, dia e hora para serem inquiridos em relação à presente ação penal, ficando sugeridas as seguintes datas e horários no plenário da Justiça Militar: 02.03.2018 às 8h:30min, 09.03.2018 às 8h:30min , 12.03.2018 às 8h:30min e 16.03.2018 às 8h:30min", diz trecho da ação. As demais testemunhas de defesa serão ouvidas no dia 2 de março, como consta na decisão do magistrado. Outras testemunhas são o promotor de Justiça Arnaldo Justino da Silva, coronel PM Antonio Ribeiro Leite e o major PM Lucélio França. O cabo Gerson foi preso no dia 23 de maio do ano passado. Ele é acusado de ser um dos principais operadores do esquema de interceptações clandestinas que ocorreu no Estado. (PR)

Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.



ENQUETE
A quem interessa a rixa entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Emanuel Pinheiro?
Ao governador do Estado
Ao prefeito da Capital
Aos grupos políticos que miram as eleições de 2020
Isso só prejudica a população em geral
PARCIAL